Arte: Joan Miró

miro-joan-ballerina-ii-c-1925Obra Ballerina II de Joan Miró

Rodopios caóticos formam uma espiral. qual será o destino sem-fim de um traço? Ele começa em serpente e logo vai se delineando formando círculos pontilhados que se interceptam em curvas giratórias. A ordem vai substancialmente crescendo em relação ao primeiro. De início, tem-se um círculo menor, logo ele cresce, e forma o corpo de uma lagarta vertical.

Bailarina. Ela dança. Pode-se ver seus movimentos: giros e giros. Ela se movimenta de volta em volta – plié, solte, piroutte. Giros crescentes.  A lagarta vertical. Paralelamente, ela vai andando numa direção. que direção? ao coração.

Transcendência do amor. Que anda a par da lua. Um coração que palpita e faz interconexões interestrelares.

Texto: Juliana Godoy

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s