racismo&folhas secas.

é uma folha seca. é um rosto. é um momento. é um movimento. é um sino de escola. é um barulho de ambulância. vida. que palpita que respira. que clama por vida. solitude  na alma. é uma música. é uma chanción. é um quadro. artes visuais. é um grito. é um desespero. é um caos. é aqui é acolá. vai e vem. vai e vem. vai e vem. não me aguento. quando eu piso em folhas secas. caídas de uma mangueira. penso na minha escola. e nos poetas da minha estação primeira. não sei quantas vezes subi o morro cantando. sempre o sol me queimando. e assim vou me acabando.// vida. que palpita. que muito quer. que não sabe de nada. que muda muito. mas que ama escrever.

inspira. inspira. respira. UFA! porque a vida é solamente um sopro e desse sopro quero muito. “Haverá outro modo de salvar-se? Se não o de criar as próprias realidades?”- C. L. sempre, sempre;;; então estava lembrando quando saí do ônibus hoje e me vi de repente sorrindo à toa como uma criança saltitante. “qualquer gota de infância já é uma felicidade”. e é; num mundo old. num mundo onde as pessoas não são solidárias umas com as outras. num mundo onde há muita falta. num mundo onde comer banana combate o racismo. tsc tsc.

untitled

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s