Música: Criolo

Então, pra falar do que sinto cantei
Cantei, me expus e até me emocionei

É uma década, de várias
A gente tarda mas não falha
O pulso ainda pulsa, o coração ainda bate se emociona
Quando eu vejo a filha do filho da dona Ana
Felicidade, essa eu comparo
O valor de uma vida é o valor do meu trabalho
E o resultado, é inexplicável
O suor, o sufoco, HÁ, inevitável
Mas tudo tem o seu pagamento
Viver em harmonia, vai vendo
Vô na cadeia, no Morumbi
Tocar na favela, pra eu ficar feliz
O beijo, o abraço, o carinho e a atenção
O valor, o respeito pra minha nação
Para os irmãos fica meu comprimento
Que a coragem, seja seu sustento
Para as garotas que estão no dia-a-dia
Não abaixe a cabeça e nunca desista

Se depender da minha voz
Você nunca estará só
Até então, muito obrigado

Entenda o meu recado

Refrão
Então pra falar do que sinto cantei
Cantei me expus e até me emocionei

Rei
Do Hip-hop não existe rei
E eu não fiz o rap mas o rap foi que me fez
Eu to falando
Daquele que até a respiração sai rimando
Dá vontade de chorar me emociono não tem como
Desperdício de talento feito água que foge do cano
Quem fez o buraco? Eu não sei mas o rap vai consertando
Se fosse pra dar as mãos, AHAM, daria os manos
A cara a tapa pela paz vários lutando
Isso aqui é um bolo grande fermento que vão jogando
Confeito sem sabor, tem rapper se equivocando
É num rosto, uma roupa, num glamour que não existe
O rap na história por muitas vezes com final crise
Amor que a gente dá nunca recebe do mesmo duvide
Que já vi mulher feita se abrir por uma boneca da Hello Kitty

Não tem como ser diferente
Porque arte é arte, dor é alegria presente
O homem é um animal que está sempre em conflito com a mente
E pra quem é muito louco até o ardor do sol surpreende
Pra falar do que sinto cantei
Cantei me expus e até me emocionei
Um microfone, um palco num momento de lucidez
Se deus te deu o dom se cresce não mano…(hahaha)
É que cê tá devendo por três

Refrão
Então pra falar do que sinto cantei
Cantei me expus e até me emocionei (3x)

Um microfone, um palco num momento de lucidez
(roba a cena)

Porque você não forja um MC..
Você nasce um MC

Eu queria poder é fazer pra ti, coisas assim que lhe façam feliz
Poder viajar a hora que quiser.. só pra te ver feliz
Eu queria poder é fazer pra ti, coisas assim que lhe façam feliz
Se viajasse o mundo inteiro iria perceber… que meu lugar é com você
Eu queria poder é fazer pra ti, coisas assim que lhe façam feliz…
Só pra te ver sorrir….

criolomenor-576x350

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s